Mayday Desastres Aéreos – T18E01 – Porcas e Parafusos – Emery Worldwide 17

Emery Worldwide Airlines Voo 17, operado por um McDonnell Douglas DC-8, sofreu um acidente em 16 de fevereiro de 2000, logo após a decolagem do Aeroporto de Sacramento Mather, na Califórnia. A aeronave caiu devido a falha estrutural na cauda, resultante de corrosão e fadiga do metal. Todos os três tripulantes a bordo morreram no acidente. A investigação subsequente levou à descoberta de falhas na manutenção e na supervisão regulatória, o que resultou em mudanças significativas na regulamentação e práticas da aviação de carga nos Estados Unidos.


Clique no link abaixo e assista a um especial deste episódio:
Mayday Desastres Aéreos – ESPECIAL T03E09 – Erros de Manutenção

Mayday Desastres Aéreos – ESPECIAL T03E09 – Pilotos a Prova


 

Acidente do Emery Worldwide Airlines Voo 17

O acidente do Emery Worldwide Voo 17 ocorreu devido a uma falha estrutural na cauda da aeronave, resultando na perda de três vidas.

Investigação e causas

A investigação do acidente do Emery Worldwide Voo 17 determinou que a corrosão e a fadiga do metal foram as causas da falha estrutural na cauda.

Mudanças na regulamentação e práticas

O trágico acidente do Emery Worldwide Voo 17 levou a mudanças significativas na regulamentação e práticas da aviação de carga nos Estados Unidos.

Legado do acidente Emery Worldwide Voo 17

O acidente do Emery Worldwide Voo 17 teve um impacto duradouro na indústria da aviação de carga, com novos padrões de manutenção e supervisão regulatória sendo implementados.

Relatório oficial do acidente do Emery Worldwide Airlines Voo 17 (NTSB)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top