Mayday Desastres Aéreos – T19E09 – A tragédia da Chapecoense – LaMia 2933

O voo LaMia 2933 caiu em 28 de novembro de 2016 perto de Medellín, Colômbia, vitimando 71 das 77 pessoas a bordo. Entre os passageiros estavam jogadores, equipe técnica e jornalistas do time de futebol brasileiro Chapecoense, que se dirigiam à Colômbia para a final da Copa Sul-Americana. A investigação do acidente revelou que o avião, um British Aerospace 146, ficou sem combustível devido a falhas de planejamento e comunicação por parte da tripulação e da companhia aérea. O desastre chocou o mundo e gerou uma onda de solidariedade ao clube e às famílias das vítimas.


Clique e assista a um especial deste episódio:
Mayday Desastres Aéreos – ESPECIAL T03E03 – Vip a Bordo

Tragédia do Voo LaMia Chapecoense

A queda do Voo LaMia 2933 foi um dos acidentes aéreos mais trágicos e marcantes da história do esporte.

Rumo à final da Copa Sul-Americana

O time brasileiro Chapecoense estava a caminho de Medellín para enfrentar o Atlético Nacional na final da Copa Sul-Americana.

Falta de combustível e falhas no planejamento

A investigação revelou que o avião ficou sem combustível devido a erros de planejamento e comunicação por parte da tripulação e da LaMia.

Impacto e solidariedade

O acidente gerou uma onda de solidariedade ao clube e às famílias das vítimas, com homenagens e apoio de clubes e torcedores ao redor do mundo.

Reconstrução e legado

Após a tragédia, a Chapecoense se reconstruiu, com novos jogadores e comissão técnica, mantendo viva a memória das vítimas e inspirando superação.

Relatório oficial do acidente (em espanhol)

20 comentários em “Mayday Desastres Aéreos – T19E09 – A tragédia da Chapecoense – LaMia 2933”

  1. Muito obrigada por compartilhar esse material, estava procurando onde assistir os eps mais antigos de Mayday e só achei aqui no seu site
    Parabéns pelo trabalho!!

  2. Sera que a diretoria da Chapecoense não viu ou não estudou mais afundo sobre a empresa? Porque com uma empresa praticamente falida, ninguém iria contratar pra fazer o serviço. Bom, são muitos fatores por trás disso e outras coisas que contribuíram para o acidente. Valeu Cavok!

    1. Até a seleção da Argentina voou com eles. E nas mesmas condições, sem combustível… Contratar uma empresa de transporte aéreo, é igual comprar uma passagem de ônibus: vc não tem como saber,se o ônibus ou o avião, ou a empresa está em boas condições financeiras… No caso, houve negligência por parte do serviço aéreo, de fiscalização, de auditoria…

    2. Ricardo Falcão, não pode se comparar com a compra de uma simples passagem de avião e sim com a contratação de uma empresa de fretamento para levar um grupo em uma viagem, ou seja, é possível que se tome determinados cuidados e providências, inclusive em relação à manutenção e condições financeiras da empresa. É a mesma coisa que ocorreu com o jogador Emiliano Sala, vidas humanas arriscadas por um punhado de reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top